domingo, 28 de setembro de 2014

Figurino de Friends: Phoebe Buffay

Nesse ano a série Friends comemora seus 20 anos de estreia e 10 anos  de encerramento. Sendo uma das minhas séries preferidas, decidi fazer um especial sobre o figurino dos personagens principais. Vou começar falando da Phoebe Buffay, interpretada por Lisa Kudrow, que é a personagem que eu mais gosto.


De acordo com Debra McGuire, figurinista da série durante as 10 temporadas, já no episódio piloto ela definiu estilos, cores e texturas para cada personagem. Ela declarou que Phoebe foi a personagem em que teve maior liberdade em se tratando de cores, estampas e acessórios, devido  a excentricidade da personagem.

O que eu particularmente mais gosto e me identifico no estilo da Phoebe são os cardigãs e as meias-calça coloridas! A Phoebe também usa muitas saias e vestidos longos, roupas com bordados aplicados, colares e anéis excêntricos, estampas boho, e por aí vai... A personagem também é bastante criativa quando o assunto é moda, customizando os próprios calçados e utilizando materiais natalinos em suas produções (vide calças do Papai Noel e enfeites).

Na moda, como tudo na vida, Pheebs quer se divertir e não tá nem aí para a opinião dos outros! Uma ótima inspiração pra gente, né?


O que vocês acham do estilo da Phoebe?

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

As flores e a moda

As flores e a moda têm muito em comum. Ambas são maravilhosas, e ambas morrem cedo. Tendências e flores são admiradas e depois descartadas quando já tiverem desaparecido. Sua curta vida útil as torna preciosas. Talvez seja por isso que a moda goste tanto das flores. Os estilistas as usam em quase todas as estações, ainda mais na primavera.

A New York Fashion Week acabou, mas não pense que eu esqueci dela. Selecionei imagens do desfile do Oscar de la Renta, que se utilizou dessa maravilhosa inspiração, as flores, para mostrar que diferente do que Miranda Priestly diz em O diabo veste Prada, elas podem ser sim groundbraking!


Em sua coleção para a primavera/verão 2015, Oscar de la Renta trouxe as flores em diferentes formas: nos bordados, nas rendas, nos drapeados, nas aplicações e no próprio tecido. Em tons pastel, em cores vivas ou em cores escuras. Nos acessórios, nos calçados e no cenário do desfile.






Flores são arte da natureza, assim como a moda é arte inspirada nelas. ♡

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Filme: A elegante Polly Maggoo

O filme A elegante Polly Maggoo, dirigido pelo ex-fotógrafo de moda William Klein, é quase uma obra de arte! Com cenas esteticamente surrealistas e sedutoras, o filme faz sátiras ao mundo da moda e seus estereótipos.

O filme se baseia na resposta à pergunta do título em francês, Quem é Polly Maggoo? Ela é uma modelo muito famosa por suas capas de revista e que, no entanto, é (pré)conceituada como vazia e fútil. O fictício programa de TV Qui êtes-vous pretende apresentar um episódio sobre a modelo e, no decorrer do filme, Polly é descrita de diversas maneiras.



Nomes da moda, como Diana Vreeland, são inspiração para personagens. Os cenários da década de 1960 na França são extremamente poéticos e aparecem no decorrer de todo o filme. A elegante Polly Maggoo já começa com uma das cenas mais espetaculares que eu já vi: um desfile de moda onde as "roupas" são feitas de chapas de metal (abaixo).




"A moda permanece porque muda. O que não muda, morre."

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Resenha + Sorteio: O reino das vozes que não se calam

Com esse livro foi amor a primeira vista, ao primeiro toque e ao primeiro cheiro. O reino das vozes que não se calam, escrito por Carolina Munhóz e Sophia Abrahão, marca a estreia (com chave de ouro) do novo selo da Rocco, Fantástica.   


O livro conta a história da Sophie, uma menina ruiva e super magrela, que sofre bullying, principalmente na escola, onde as pessoas presumem que ela tenha anorexia/bulimia e assim fazem comentários maldosos sobre ela. Com isso ela acaba desenvolvendo um complexo de inferioridade. No entanto, Sophie é uma personagem muito adorável! Após um episódio onde é humilhada, Sophie é sugada para um Reino paralelo onde ela é uma princesa, onde as pessoas a amam e que é repleto de criaturas fantásticas! Com a descrição das autoras, eu pude visualizar muito bem esse reino, da minha forma, é claro, e eu realmente achei um lugar muito mágico! 

O livro é repleto de referências! Tem Harry Potter, Alice no País das Maravilhas, bandas de rock e muito mais. Outra coisa bacana é que no final tem uma playlist com as músicas que aparecem na história, e podemos baixá-las e ouvir conforme elas vão aparecendo.

Enfim, achei essa história muito cativante, tanto que li o livro bem rápido! O reino das vozes que não se calam é também muito bonito e tem uma qualidade editorial incrível! A parte externa do livro tem um toque aveludado, e na capa tem verniz e relevo localizado! Características assim ajudam a proporcionar uma experiência de leitura muito agradável!

Por isso tudo, o blog, em parceria com a Rocco, estará sorteando um exemplar de O reino das vozes que não se calam!

Para participar:
- Para cada "tarefa" há uma quantidade de pontos/inscrições no sorteio. Não é necessário participar de todas.
- O resultado do sorteio aparecerá nesse post, no dia 5 de outubro e também na página do Rock my shoes no facebook.
- O prêmio será enviado em até 15 dias após o ganhador enviar seus dados.
- Somente válido para território nacional.

a Rafflecopter giveaway

Título: O reino das vozes que não se calam
Autor: Carolina Munhóz e Sophia Abrahão
Editora: Rocco
Páginas: 288

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Capas de setembro

As edições de setembro são sempre as mais esperadas e desejadas, pois trazem antecipadamente as principais tendências de moda para a próxima estação. Setembro é tão importante para as revistas (principalmente as internacionais) que a Vogue produziu até um documentário mostrando os bastidores da produção da edição de setembro de 2007

Algumas capas de setembro desse ano foram simplesmente fantásticas e trouxeram várias supermodelos juntas, como a Vogue americana e a Vogue japonesa, mas nenhuma superou a Vogue Itália que trouxe, nada mais nada menos, que 50 modelos em sua capa (na imagem abaixo só podemos ver 10 delas, mas a capa é daquelas que se expandem).

Enfim, dá pra perceber que foi difícil escolher as minhas preferidas desse mês, né? 

50 Supermodelos ~ Vogue Itália


Sasha Luss, Lexi Boling e Maartje Verhoef ~ Numéro #156
Sabrina Ioffreda ~ Russh
Nadine Leopold ~ Glamour Paris
Natalia Vodianova ~ Vanity Fair